Desde que eu descobri que existia uma forma mais simples de passar pelos dias da menstruação, não pensei duas vezes: investi no copinho. O coletor menstrual é uma forma diferente de pensar e viver o período menstrual. Mas Laura é tão diferente? Sim, é! Listei os cinco principais motivos para você também largar essa vida de absorventes convencionais e ir de copinho!

1. Ecológico

Você já parou para pensar em quantos absorventes já usou e ainda vai usar na sua vida? Cerca de nove mil. NOVE MIL. Já pensou quanto lixo isso gera? Usando o copinho, você se torna responsável por tirar toneladas de absorventes sujos do mundo. O coletor é feito de silicone e é reutilizável.

2. Mais barato

Cada coletor custa cerca entre R$ 60 e R$ 90. Pode parecer caro, mas se você pensar que, cada pacote de absorvente (os melhorzinhos) custam entre R$ 4 e R$ 8 por oito unidades que você usa em poucos dias, a economia é bastante expressiva. Fora os absorventes internos e noturnos, que são necessários se você não quiser se estressar. O coletor é reutilizável e não tem uma vida útil específica – fala-se em cinco, dez anos. É só colocar no papel.

3. Higiênico

Essa foi talvez a maior das descobertas. Aquele cheirinho desagradável nada mais é do que o contato do sangue menstrual com o algodão dos absorventes. Ao usar o coletor você vai perceber que não, seu sangue não é sujo – é apenas sangue com cheiro de sangue. Fora que, o vácuo que o coletor faz ao ser fixado no colo do útero faz com que os vazamentos acabem. Quer mais amor que isso?

4. Autoconhecimento 

Para saber qual coletor é o certo para você é preciso se conhecer e perceber as particularidades da sua vagina. Sim, cada mulher tem um tamanho e uma largura diferente. Não sabia disso? Tá na hora de conhecer melhor o seu corpo e saber o que é melhor para você, em todos os sentidos.

5. Liberdade!

Você pode não perceber, mas a menstruação é um grande problema para diversas mulheres. Fiquei chocada ao saber que o Estado NÃO DISPONIBILIZA esses produtos, por exemplo. Eu sei, o coletor não é barato num primeiro momento, mas, e se utilizarmos essa ideia, baratear a produção e colocarmos à disposição de mais mulheres, isso vai significar mais liberdade e autonomia, sem dúvida nenhuma.

Vale lembrar que, antes de aderir ao time do copinho, conversei com algumas amigas que já usavam o coletor menstrual para tirar algumas das minhas dúvidas sobre a utilização e me joguei. Na primeira tentativa, acabei não lendo muitas informações e comprei um tamanho que não era o ideal. Mas, depois de queimar o meu coletor (sim, eu esqueci ele fervendo no fogão e tive que jogar fora – NÃO FAÇAM ISSO) pedi outra marca e estou super feliz. E, querem saber? Abrir mão dos absorventes convencionais foi uma das melhores decisões que já tomei.

Existem diversos grupos de discussão e informações sobre os coletores no facebook, vídeos mostrando as diferenças entre as marcas, tamanhos e como você deve fazer para escolher um deles. Assista, leia, se informe e faça seu período menstrual ser um pouco menos incômodo. Isso também é empoderamento. 🙂

Tem alguma dúvida ou sugestão de post? Escreve pra mim!

Beijos e até a próxima!