Uma das eternas vozes do cenário musical brasileiro, Cássia Eller, ganha vida novamente no “Cássia Eller – O Musical” que tem passagem confirmada por Curitiba. A informação foi confirmada pela produtora local CL Produções. As apresentações acontecem nos dias 08 e 09 de outubro no Teatro Positivo. Os ingressos já estão à venda a partir de R$25.

O papel-título é interpretado por Tacy de Campos, atriz e cantora de Curitiba que foi escolhida entre mais de 1000 candidatas que se inscreveram para as audições, quando foi definido também todo o elenco, que conta ainda com Eline Porto, Emerson Espíndola, Evelyn Castro, Jana Figarella, Jandir Ferrari, Thainá Gallo, Juliane Bodini. Os diretores João Fonseca e Viniciús Arneiro não poupam elogios à protagonista: “Tacy é sensacional, muito inteligente e intuitiva, além de ter uma voz incrível”, exalta João. “Ela surpreendeu a todos e, antes mesmo dela cantar, já estávamos magnetizados pela figura tímida e doce que ela é. Ao final da primeira música, ficamos um pouco em silêncio, admirados com o que estava diante de nós. Existem algumas semelhanças entre ela e a Cássia e foi essa pureza de estado que nos arrebatou”, complementa Viniciús.

O texto de Patrícia Andrade flagra Cássia ainda antes do início da carreira e acompanha toda a sua trajetória musical – dos primeiros passos como cantora em Brasília a sua explosão nacional – sem deixar de lado seus amores, em especial Maria Eugênia, sua companheira com quem criou o filho Chicão. A autora fez um amplo mergulho na obra de Cássia e entrevistou familiares e amigos que a ajudaram a construir um mosaico fiel sobre a história da cantora. A direção musical é de Lan Lanh, que tocou anos com Cássia e tem total propriedade na obra da cantora. O roteiro passeia desde uma criação autoral quase obscura, como Flor do Sol, até algumas canções que ficaram imortalizadas por ela, como Malandragem (Cazuza/Frejat), Socorro (Arnaldo Antunes/Alice Ruiz) e Por Enquanto (Renato Russo). O amigo Nando Reis, que é também personagem do espetáculo, comparece com várias composições no repertório, como All Star, O Segundo Sol, Relicário, Luz dos Olhos e E.C.T., entre outras.

Músicas

1. Do Lado Do Avesso (Cássia Eller)

2. Lanterna dos Afogados (Herbert Vianna)

3. Eu Queria Ser Cássia Eller (Péricles Cavalcante)

4. Come Together (Lennon/Mc Cartney)

5. Vinheta: Noturno (Graco/Caio Sílvio)

6. Que País é Este (Renato Russo)

7. Flor do Sol (Cássia Eller/Simone Saback)

8. Noite do Meu Bem (Dolores Duran)

9. Mercedez-Benz (Janis Joplin with the posts Michael McClure and Bob Neuwirt)

10. Pra longe do Paranoá (Oswaldo Montenegro)

11. Ne me Quitte Pas (Jacques Brel)

12. Vinheta: Eu Queria Ser Cássia Eller

13. Eleanor Rigby (Lennon/Mc Cartney)

14. Socorro (Arnaldo Antunes/Alice Ruiz)

15. Vinheta: Stairway to Heaven (Page/Plant)

16. Juventude Transviada (Luis Melodia)

17. Rubens (Mario Manga)

18. De Esquina (Xis)

19. Palavras ao Vento (Moraes Moreira/Marisa Monte)

20. Top Top (Mutantes/Arnolpho Lima)

21. Um Branco, Um Xis e Um Zero (Marisa/Pepeu/Arnaldo)

22. Vinheta: Infernal (Nando Reis)

23. Por Enquanto (Renato Russo)

24. Vinheta: Partido Alto (Chico Buarque)

25. Com Você Meu Mundo Ficaria Completo (Nando Reis)

26. Coroné Antonio Bento (João do Valle/Luiz Wanderley)

27. Cocorocó (Marcio Mello)

28. 1º de Julho (Renato Russo)

29. Todo Amor que Houver nessa Vida (Cazuza/Frejat)

30. Malandragem (Cazuza/Frejat)

31. ECT (Nanco Reis/Carlinhos Brown/Marisa Monte)

32. Luz dos Olhos (Nando Reis)

33. Nós (Tião Carvalho)

34. Soy Gitano (J. Monje/José Fernandes Torres/Vicente Amigo)

35. Relicário (Nando Reis)

36. All Star (Nando Reis)

37. Smells Like Teen Spirit (Nirvana)

38. Non, Je Ne Regrette Rien (Michel Vaucaire/Charles Dumont)

39. O Segundo Sol (Nando Reis)

O musical

“Sou fera, sou bicho, sou anjo e sou mulher”. Os versos de Renato Russo que Cássia Eller cantou por tantos anos falam muito sobre a personalidade dessa artista, uma verdadeira fera nos palcos, mas que podia ser um bicho arredio fora dele, mulher de poucas palavras, cantora de infinitos sons e uma voz tamanha. Doce e amiga na vida, forte e surpreendente na arte. Com menos de 40 anos de vida e 20 de carreira, Cássia Eller partiu no auge e deixou uma obra eterna.

Essa trajetória está sendo encenada pela primeira vez em ‘Cássia Eller – o musical’, que estreou no dia 29 de maio no CCBB-RJ, com Tacy de Campos no papel-título, direção de João Fonseca e Viniciús Arneiro, direção musical de Lan Lan, texto de Patrícia Andrade, idealização de Gustavo Nunes e produção da Turbilhão de Ideias.

Serviço – Cássia Eller – O Musical

Quando: 08 e 09 de outubro (quinta e sexta-feira)

Onde: Teatro Positivo (Rua Pedro Viriato Parigot de Souza, 5.300)

Horário: 21h

Valores: variam de R$25 a R$96, dependendo do setor escolhido

Vendas: Disk Ingressos

 

Com assessoria