Proporcionar uma experiência gastronômica, musical, histórica, afetiva e sustentável é a proposta do Expresso Curitiba. Neste sábado, dia 15 de junho, a partir das 17h, o espaço cultural abre as portas em novo endereço: um casarão de 400m2 erguido em 1892, na Rua Alfredo Bufren, no coração de Curitiba – entre o prédio histórico da Universidade Federal do Paraná e o Teatro Guaíra.

O show de pré-inauguração é com o saxofonista francês Baptiste Herbin e seu quinteto, formado pelo também francês Idriss Boudrioua e pelos curitibanos Mário Conde, Cris Julian e Fernando Rivabem. Antes, a banda Jazz Bop sobe ao palco. E depois, a discotecagem da dupla Casa de Suingue (Luana Angreves e Heitor Humberto) comanda os trabalhos.

No dia 5 de julho, outra atração internacional: Donny Nichilo, ex-pianista do ícone do blues Buddy Guy. Na noite de abertura, uma degustação de cafés paranaenses está programada para antes das apresentações. E a cozinha, a cargo do chef Paulo Miyasaki, estará aberta. A decoração é 100% curitibana: fotos de Gustavo Jordaky e intervenções de Celestino Dimas e da artista e gravurista Carol Lemes.

Fazenda urbana & gastronomia paranaense

Além de espaço cultural e musical com foco em jazz, o Expresso Curitiba será pioneiro na cidade ao oferecer ingredientes frescos, colhidos diretamente de uma fazenda urbana instalada no próprio estabelecimento. Serão mais de 50 plantas à disposição, provenientes de produtores locais e de cooperativas familiares. Dessa forma, diminui-se impacto ambiental, já que a distância entre o produtor e o consumidor é reduzida. E com o método sustentável de plantação (micro-greens), a economia de água gira em torno de 90%. Os temperos, ervas e verduras, como beterraba, rúcula, rabanete, alface e manjericão (todos sem agrotóxico), poderão ser colhidos na hora e utilizados nos pratos; ou levados para casa, sempre frescos.

Outra proposta gastronômica e sustentável é a criação de peixes associada ao cultivo de hortaliças, chamada de aquaponia. Tilápias, servidas em pratos elaborados pelo chef, sairão diretamente do tanque. A produção será de 125kg ao mês. E um “feirão” de peixes frescos será realizado de tempos em tempos. Pratos típicos paranaenses como Pierogui Varenaki (Prudentópolis), Quirera Lapeana (Lapa), Barreado (Antonina/ Morretes), Carneiro no Buraco Quente (Campo Mourão) e Entrevero (Telêmaco Borba) estarão no cardápio do Expresso Curitiba, e serão servidos durante todo o dia.

Educação ambiental

Com a intenção de reproduzir hábitos sustentáveis e conscientizar seu público, o Expresso Curitiba irá receber alunos de escolas das redes públicas para visitas mediadas, a partir de agosto deste ano. Também em 2019, um hostel começa a funcionar no mesmo ambiente.

O Expresso Cultural fica na Rua Alfredo Bufren, 323, no Centro de Curitiba e funcionará de segunda a sábado, das 10h à meia-noite.