A CAIXA Cultural Curitiba apresenta, de 18 a 21 de março, o espetáculo Ausência, da companhia franco-brasileira Dos à Deux. A montagem apresenta o ator curitibano Luís Melo em sua estreia no teatro gestual. Sozinho no palco, ele se vê em uma Nova York futurista, um mundo em meio ao caos da falta de água e energia elétrica, um colapso que afeta todos os seres humanos — e um homem que vive no alto de uma torre da metrópole.

Primeira montagem solo do grupo – e primeiro espetáculo não protagonizado pelos diretores Artur Ribeiro e André Curti –, a peça faz parte de uma linha de pesquisa característica dos 17 anos de carreira da companhia. Como o nome sugere, no teatro gestual a palavra dá lugar ao poder dos gestos e da interpretação corporal.

Com mais de 30 anos de teatro, Luís Melo sempre se interessou por manifestações artísticas que têm o silêncio como mote principal. “Essa é uma oportunidade de trabalhar com uma linguagem que aprecio, pois as obras da Cia. Dos à Deux têm uma exigência técnica que garantem sensibilidade e domínio em cena”, explica o ator. Desde o ano 2000, Melo acompanha o trabalho da companhia. O processo de apropriação da linguagem aconteceu gradualmente por meio de um laboratório e uma adaptação que levou cinco meses. A intenção foi amadurecer e evoluir o contato entre os dois universos.

Após temporada na França (Paris, Bayonne, Elancourt e Aubergenville) e no Brasil (Brasília, Porto Alegre e Rio de Janeiro), a montagem chega a Curitiba com um cenário pós-apocalíptico, uma Nova York devastada pela radioatividade, pelo racionamento de energia elétrica e pela escassez de água potável. O protagonista vive confinado no último andar de um arranha céu e se vê arrebatado pela ausência total – de humanidade, de coragem e de vida.

Sob a constante invasão de ratos e a necessidade de máscara de oxigênio até mesmo para abrir a janela, o homem sobrevive à base da ração de apenas uma gota d’água por dia. Enfrentando constantemente a solidão, a escassez e o enclausuramento, o personagem percebe-se em uma linha tênue entre a sanidade e a loucura. “Escolhemos Nova York como ponto de partida para a inspiração, mas poderia ser qualquer metrópole no mundo”, comenta o diretor Artur Ribeiro.

CAIXA Cultural Curitiba apresenta “Ausência”, de Luís Melo – Serviço

Quando: 18 a 21 de março de 2015 (quinta a domingo)

Onde: CAIXA Cultural Curitiba – Rua Conselheiro Laurindo, 280

Horário: quinta-feira a sábado, às 20h; e domingo às 19h

Quanto: R$ 20 e R$ 10 (meia – conforme legislação e correntista CAIXA)

Vendas: bilheteria da CAIXA Cultural Curitiba

Crédito: Renato Mangolin