A CAIXA Cultural Curitiba apresenta o espetáculo Lisbela e o Prisioneiro. De 08 a 10 de maio, o público curitibano poderá conferir um dos grandes sucessos da dramaturgia nacional, que vem à cidade em uma montagem do grupo mineiro Canastra Real.

A encenação se passa no sertão nordestino, mais precisamente na cidade de Vitória de Santo Antão, em 1940. Lisbela é uma jovem obcecada pelo cinema norte-americano e filha do delegado da cidade. Apesar de estar de casamento marcado com um convencido advogado, ela acaba se apaixonando por um artista de circo — Leléu, um legítimo Don Juan do sertão que acaba de chegar ao povaréu.

Escrito por Osman Lins e lançado em 1964, o texto narra o amor entre o inusitado casal enquanto Leléu tenta escapar com vida de um matador que busca vingança. Com sotaque nordestino e cômicos diálogos, o autor descreve a cultura popular brasileira enquanto trata questões sociais e morais. Em 2003, a história foi levada aos cinemas em filme dirigido por Guel Arraes.
A montagem do grupo mineiro Canastra Real é dirigida por Ricardo Batista e conta com Fernanda Botelho, Fabiano Persi, Luciano Luppi, Geraldo Carrato, Pepê Sabará, Fernando Veríssimo, Edu Costa e Rubens Ramalho no elenco.

Serviço – Lisbela e o Prisioneiro

Onde: CAIXA Cultural Curitiba  (Rua Conselheiro Laurindo, 280)

Horário: sexta-feira e sábado às 20h e domingo às 19h

Quanto: vendas a partir de 02 de maio (sábado), às 12h. R$10 e R$5 (meia-entrada)

Ingressos: na bilheteria do local

Classificação: 12 anos

Foto: Rhonan Moreira Neto