A trupe curitibana O Estábulo de Luxo estreia em Curitiba o projeto Circulação de Luxo, contemplado com o Prêmio Funarte de Teatro Myriam Muniz 2013. O projeto prevê a apresentação de quatro espetáculos do repertório do núcleo nos dias 5, 6 e 7 de setembro no Espaço Cultural Falec. Segundo a atriz e diretora Danielle Campos, “o intuito é oferecer ao público a possibilidade de se relacionar não apenas com um espetáculo, mas com um pensamento cênico que é construído continuamente.”

Os quatros espetáculos que compõem o projeto Circulação de Luxo são: “Wunderbar”, “Medéia – um espetáculo transgênero, vingativo e gotejante”, “As Tetas de Tírésias – Vamos esbofetear Ulisses” e “Hidra de Lerna”, em que as discussões de identidade e gênero são utilizadas como filtros de leitura para estes textos clássicos da literatura e dramaturgia mundial.

As obras são resultados de diferentes recortes em expressões artísticas, como o universo do Teatro de Variedades, o cabaré, o vaudeville, o manifesto, o circo-teatro e os genuinamente brasileiros Teatro de Revista e de Rebolado. São usadas para reapresentar obras presentes no imaginário popular como o mito grego de Medeia, as obras de Lewis Carrol, Alice no País das Maravilhas e Alice através do Espelho, o drama surrealista “As Mamas de Tirésias” de Guillaume Apollinaire, e a reelaboração da mitológica Hidra de Lerna.

Artistas curitibanos em Circulação de Luxo  – Serviço

Quando: 05, 06 e 07 de setembro

Onde: Espaço Cultural Falec (Rua Mateus Leme, 990, próximo ao shopping Mueller)

Horários: 05 de setembro às 20h apresentação do espetáculo Wunderbar; 06 de setembro das 9h às 13h Oficina Cena Híbrida, às 20h apresentação da Cena Hidra de Lerna e às 20h30 apresentação do espetáculo As Tetas de Tirésias – vamos esbofetear Ulisses; 07 de setembro às 20h apresentação do espetáculo Medéia – um espetáculo transgênero, vingativo e gotejante.