Se pararmos para pensar nas belezas do Paraná, em poucos segundos é fácil lembrarmos dos nossos parques, nossas praias, nossas cachoeiras. Raramente pensaríamos, logo de cara, nas grutas, formações rochosas que estão presentes em diversos pontos do nosso Estado.

Com uma carga histórica incrível e beleza ímpar, as grutas atraem visitantes apaixonados pelo ecoturismo. Para a lista de hoje da coluna Paraná Adentro, separamos 5 atrações do nosso Estado que valem a pena serem incluídas na sua lista de locais para se visitar. As mencionadas aqui possuem nível de dificuldade variado nas trilhas, então, antes de entrar em uma delas, tenha certeza de que a rota é indicada para o tipo de aventura que seu corpo está preparado para fazer.

BURACO DO PADRE – PONTA GROSSA

(Foto: Mauricio Oliveira)

Uma das mais conhecidas grutas do Estado, o Buraco do Padre está localizado em Ponta Grossa, no distrito de Itaiacoca, e é parte integrante do Parque Nacional dos Campos Gerais. O nome do local está ligado à história dos padres jesuítas, que usavam o espaço para meditação.

Além dos formatos variados de arenitos que compõem a formação da gruta, um atrativo à parte é uma cachoeira de 30 metros, localizada no mesmo local.

O ponto turístico conta com trilhas variadas de variados níveis de dificuldade para visitação.

CAVERNA OLHOS D’ÁGUA – CASTRO

(Foto/Reprodução: Culturamix.com)

A Caverna Olhos d’Água fica próxima do distrito de Abapã, em Castro, na região dos Campos Gerais. A caverna tem uma formação de quase dois milhões de anos. Quem encarar visitar o espaço precisa estar disposto a encarar seus moradores: muitos morcegos.

Dentro desta caverna, os caminhos são, literalmente, cheios de altos e baixos. Em um momento você está de pé apreciando um espaço de 10 metros de altura e, logo em seguida, está se esgueirando para poder continuar a rota. A caverna possui diversos salões, buracos estreitos e câmaras escondidas.

GRUTA DO BACAETAVA – COLOMBO

(Foto/Reprodução: Nathália V./Trip Advisor)

A Gruta do Bacaetava é uma formação rochosa localizada no município de Colombo. Se encontra a apenas 30 minutos de Curitiba, próxima à rodovia estadual PR-417, fazendo parte do Circuito Italiano de Turismo Rural de Colombo.

Descoberta entre o final do século XIX e início do século XX, serviu, durante a Segunda Guerra Mundial, como refúgio de descendentes italianos que fugiam de perseguições e do alistamento. Após o terreno e, consequentemente, a gruta terem sido doados para a Igreja Matriz de Colombo, o local foi repassado, anos mais tarde, à posse do município, que transformou o local no Parque Natural Municipal Gruta do Bacaetava, hoje uma das principais atrações turísticas da cidade.

GRUTA DAS ENCANTADAS – ILHA DO MEL

(Foto/Reprodução: Barcos Ilha do Mel)

A Gruta das Encantadas é um dos locais mais visitados da Ilha do Mel, cartão postal conhecidíssimo do Paraná. Localizada ao Sul da ilha, a gruta foi formada através da ação do mar sobre o diabásio, um dos tipos de rocha que compõe a formação. Para facilitar o acesso de turistas, foi construída uma passarela que leva até a entrada da gruta.

O local chama a atenção, também, pelo misticismo. Lendas da ilha dizem que sereias viviam na gruta e seduziam homens em noites de luar.

GRUTA DOS JESUÍTAS – TUNAS DO PARANÁ

(Foto/Reprodução: André Janz/Google Maps)

A Gruta dos Jesuítas, localizada em Tunas do Paraná, é a principal atração turística do Parque Estadual de Campinhos. Do centro de visitantes do parque até a entrada da gruta são 500 metros de caminhada em meio a floresta. A gruta é a quinta maior caverna do Paraná em extensão. São 1.400 metros, parte acompanhada pelo fluxo de um rio que corre dentro da gruta.

A caminhada na gruta é escura, então é feita com auxílio de lanternas. Um dos principais atrativos são as estalactites e estalagmites, formadas ao longo de milhares de anos. É nesta gruta que está localizada também a maior coluna de uma caverna paranaense criada pela junção de uma estalactite, que se forma de cima para baixo, e uma estalagmite, que se forma de baixo para cima. A escultura tem 9 metros de altura.