Uma senha sera enviada para seu e-mail

Após participação que deu no que falar no programa inglês Britain’s Got Talent, Calum Scott, acaba de lançar seu primeiro álbum de estúdio “Only Human” e conversou com o CC para revelar seus ideais com a música no mundo atual.

O cover de “Dancing On My Own“, original da Robyn, produzido após cantar em sua audição e estourar na internet (foram mais de 200 milhões de visualizações), teve grande repercussão e superou a versão anterior, atingindo mais de 315 milhões de visualizações.

Confira abaixo esse papo inédito que batemos com o britânico.

Entrevista por: Feliphe Marinho

Curitiba Cult: Quando você participou do Britain’s Got Talent, você imaginava chegar até onde chegou?

Calum Scott: Não. Eu me inscrevi no Britain’s Got Talent porque a minha irmã disse que seria uma boa ideia, mas nunca imaginei que isso me levaria ao redor do mundo, que eu assinaria contratos com gravadoras e que eu conseguiria lançar o meu primeiro álbum e teria milhões de vendas!

Curitiba Cult: Parabéns, aliás! Porque você chegou bem longe e estamos muito orgulhosos de você.

Calum Scott: Muito obrigado! Estou muito contente com todo o resultado.

Curitiba Cult: Atualmente você trabalha na divulgação do seu primeiro álbum. Como foi trabalhar em seu próprio disco?

Calum Scott: Foi como um sonho que se tornou real. Eu basicamente consegui falar sobre todas minhas histórias e experiências nas músicas, e foi então que consegui providenciar um álbum. Estou grato por tentar fazer uma diferença no mundo através de músicas que as pessoas consigam se relacionar. Desde que eu entrei nesse meio, tudo que eu venho tentando fazer é criar músicas que as pessoas consigam se relacionar e pensar “eu sei como é passar por isso, eu já senti tudo isso antes”. Montar um álbum foi uma jornada muito emocionante que foi como uma terapia que passei depois de enfrentar vários problemas.

Curitiba Cult: O sucesso nos meios digitais vem junto com você desde a sua audição no Got Talent, tanto que na faixa No Matter What, o vídeo atingiu 10 milhões de views em menos de duas semanas. Tem planos especiais para aproveitar bem esse boom digital?

Calum Scott: Sim! Com o poder das redes sociais e a internet, eu consegui alcançar mais pessoas com todo aquele meu trabalho que eu já criava antes. Youtube é uma plataforma com material que pode ser visto em qualquer lugar do mundo e com isso consegui alcançar meu objetivo e fazer até com que pessoas que nem falassem inglês se relacionassem com minhas músicas. As pessoas apenas sentem o que eu tento dizer através da música e como eu disse, sem a mídia social eu não conseguiria alcançar essa parte do mundo que eu ainda não tinha alcançado.

Dessa forma eu consegui criar uma grande base de fãs pelo mundo, assim como no Brasil! É incrível ver a quantidade de pessoas que me seguem pela minha música, então me sinto muito sortudo nesse sentido. Tento criar vídeos, conteúdo e tudo que faça com que as pessoas se conectem comigo.

Curitiba Cult: Já que estamos falando dos fãs brasileiros, podemos esperar algum show por aqui em breve?

Eu amo o Brasil! Já fiz alguns shows aí e como eu tava dizendo tenho uma fã-base bem grande no Brasil e amaria voltar em breve. Foi tudo muito incrível, a recepção é bem calorosa e quero voltar pra poder aproveitar e também tocar pra vocês de outras áreas. Sei como meus fãs são pacientes e não quero fazer com que vocês tenham que viajar, então tentarei levar meus shows a mais cidades e acredite, eu imagino como esteja a situação atual do Brasil e por isso quero que vocês venham até mim e conversem. Conversar é essencial.

E aí, gostou da entrevista? Então compartilhe com seu amigo que também curte o Calum! =)