Uma senha sera enviada para seu e-mail

Quando você encontrar um amor de verdade, por favor não jogue fora. Entenda que as chances de estar conectado com alguém tão semelhante são raras, e que conexão real em tempos atuais é algo que vem como efeito colateral de um coração em euforia. Perceba que, apesar das brigas eventuais, alguém sempre tem que ceder, e o relacionamento é um aprendizado. Às vezes, você é professor. Às vezes, você é ensinado.

O que eu quero dizer com um amor de verdade é que você enfim encontrou seu terreno. Logo você, que passou um bom tempo remendando a sua casa e agora precisava de um espaço para reconstruí-la. E o terreno está ali, vago, pronto para receber você. O que a gente não percebe, no meio dessa mudança toda, é que algumas árvores têm que mudar de lugar, que a grama precisa ser aparada, e que se o dono do terreno não desejar uma casa muito grande, cabe a você remanejar o tamanho dela. Afinal, na sua casa só precisam morar vocês dois.

O amor de verdade é daqueles do tipo artesanal. Construído aos poucos, naturalmente, com a troca necessária para que ambas as partes possam chegar no final de cada dia agradecidas por terem encontrado alguém para dividir – e, ao mesmo tempo, somar. Amor de verdade não acontece todo dia, e se por algum momento você chegou a pensar que nenhuma outra pessoa no mundo faria isso ou aquilo por você, é melhor você aceitar: ao seu lado está alguém que realmente quer ficar com você.

Não tenha medo de se agarrar ao incerto. Amor nenhum vem com garantia, mas sendo amor a gente já pode deduzir que o sinônimo é felicidade. Arrisque até o ponto que você pode, e se você sentir que não está transmitindo o que deveria para a outra parte, por favor deixe tudo bem claro. O amor, mesmo subjetivo, precisa de comunicação clara. Não custa nada dizer o que você realmente sente – você já pensou quanto isso pode mudar a rotina de quem te ama?

Seja você, mas faça concessões. Ajude a outra parte a te entender se você realmente desejar construir qualquer relacionamento. Nem sempre a outra pessoa vem preparada, sabe-se lá por quantas tempestades ela já passou, e amar é dar abrigo. Amar é abrigar no teu peito quem te quer bem. E, olha só… Não custa nada!

Talvez você demore para encontrar esta pessoa. Sabe, aquele alguém que insiste porque sabe que você vale a pena. Alguém que te queira com intensidade, que lute por você, que ajunte os obstáculos do caminho e os transforme em ferramentas. Você nunca vai estar preparado para o amor até não amar, e talvez lá na frente você conte os dias que perdeu por não ter estado antes do lado de quem te ama.

Quem sabe eu seja só um idealista, um romântico dos mais insensatos, mas eu prefiro ser assim. Eu prefiro ser crente de que o amor pode e precisa ser vivido com urgência. Isto é, se você realmente achar que encontrou alguém que te desafia a ser diferente todos os dias.

Talvez você não aceite no início, talvez você prefira ser irredutível a ponto de adiar o que ainda é incerto. Mas, vai por mim: quando você encontrar um amor de verdade, por favor não jogue fora.