Uma senha sera enviada para seu e-mail

A Orquestra Sinfônica do Paraná (OSP) apresenta o concerto Místico, regido pelo maestro convidado Sílvio Viegas. A apresentação será no Guairão com ingressos a R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).

As obras apresentadas no concerto, “A ascensão”, de Messiaen e “Sinfonia nº 3”, de Honegger, possuem histórias bem definidas por seus compositores, falando sobre o processo de conhecimento e reflexão pelo qual passam os seres humanos.

Olivier Messiaen, compositor de “A ascensão”, viveu na França entre 1908 e 1992. De 1931 até o ano de sua morte ele trabalhou como organista na Igreja da Trindade de Paris. Messiaen sempre fora conhecido como um homem que tinha fortes relações espirituais com a Igreja Católica. Esse laço só aumentou depois que ele passou a trabalhar na igreja.

A obra “A ascensão” foi uma das primeiras que o compositor escreveu como músico da Igreja da Trindade. Ela foi pensada como música para os rituais litúrgicos da Páscoa, mais especificamente, para o final do ciclo pascoal, quando Jesus Cristo ascende ao céu. Formada por quatro “meditações para a orquestra”, cada uma delas baseada em um momento da ascensão de Jesus, a obra foi originalmente escrita para orquestra e, mais tarde, adaptada para o órgão solo.

Já a Sinfonia nº 3 de Arthur Honegger, apesar de ser conhecida como Sinfonia Litúrgica, traz uma história mais próxima dos acontecimentos da época em que foi escrita. Composta entre Outubro de 1945 e Abril de 1946 a sinfonia veio a pedidos da associação suíça Pro Helvetia, que solicitou ao compositor uma obra que retratasse a busca pela paz após a Segunda Guerra Mundial.

Segundo o próprio Honegger, a música representa “um drama encenado por três personagens, reais ou simbólicos: miséria, felicidade e homem. Esses são temas eternos. Eu tentei trazê-los para a realidade atual”. Os três movimentos da sinfonia, com nomes baseados também na liturgia católica, falam sobre medo, ira, piedade e rebeldia das vítimas da guerra sobre a opressão a que foram sujeitadas.

Serviço: Orquestra Sinfônica do Paraná 

Quando: 19 de agosto de 2018 (domingo)

Onde: Auditório Bento Munhoz da Rocha Neto (Guairão)

Horário: 10h30

Quanto: a partir de R$20