Uma senha sera enviada para seu e-mail

Aproveitando-se do cenário caótico em que a política brasileira se encontra, a Downtown Filmes lançou nesta quinta (1) O Doutrinador; obra nacional e baseada inteiramente em quadrinhos também feitos aqui, narrando a história de um vigilante matador de políticos corruptos.

Criado por Luciano Cunha, o anti-herói surgiu em 2013 durante as manifestações populares; lá o autor viu a brecha para uma trama envolvendo tamanha revolta da população para com a política. Surgia então O Doutrinador: um agente federal cansado de tamanha corrupção no país, resolvendo fazer “justiça” com as próprias mãos.

O próprio Cunha escreveu o roteiro do filme ao lado de Gabriel Warner, contando com Gustavo Bonafé como diretor. A missão de dar vida ao anti-herói coube a Kiko Pissolato, num elenco que ainda conta com participações de Eduardo Moscovis, Marilia Gabriela, Helena Ranaldi e Tuca Andrada.

O Doutrinador apresenta um estilo de filme pouco peculiar às produtoras nacionais, fugindo do drama e da comédia; o que temos é uma produção de ação recheada de cenas contendo violência, e o resultado é bem convincente/impressionante. Com brigas coreografadas de forma precisa, mortes críveis

Apesar da premissa pouco usual, mas bem compatível e eficiente, temos em O Doutrinador um personagem e trama que remetem muito ao estilo hollywoodiano de filme. E é possível afirmar que o trabalho realizado por Bonafé e Pissolato (que dispensou dublês) nas cenas de brigas, tiros e perseguições é extremamente bem coreografado e encaminhado. O desenvolvimento cronológico e viradas da história são certamente os pontos fracos da produção, que apesar de tudo ainda segue a risca os quadrinhos.

A grande sacada do longa é dar espaço ao anti-herói título e isso é conquistado, o personagem tem credibilidade; ao ponto de já ter uma série garantida para ir ao ar em 2019 no canal fechado Space. Sendo assim, O Doutrinador consegue funcionar muito bem e deve agradar aos amantes do estilo; além de ser uma iniciativa pra lá de interessante envolvendo uma triangulação inédita no entretenimento brasileiro (quadrinhos/cinema/televisão).

Trailer – O Doutrinador