A password will be e-mailed to you.

O novo filme se passa em um futuro não tão distante, em meados de 2024. Onde os mutantes estão sendo caçados e mortos por robôs chamados sentinelas. Nisso um pequeno grupo ainda sobrevive devido ao poder de Kitty Pryde (Lince Negra) que pode projetar a mente de alguém para alguns dias anteriores. Professor Xavier então tem a idéia de voltar 50 anos no passado para eliminar o projeto sentinela e assim mudar este futuro apocalíptico. O escolhido é Wolverine, que retorna aos anos 70 e se encontra com o grupo antigo para tentar completar sua missão. A direção é de Bryan Singer, após ficar de fora dos quatro últimos filmes relacionados a saga. O elenco é uma junção da primeira trilogia X-men com os atores do Primeira Classe. Após esta rápida sinopse, vamos aos questionamentos e problemas deste novo filme dos X-Men.

A história como já é de costume se baseia em uma saga que aconteceu nos quadrinhos. E este é um dos primeiros erros do filme, pois sagas em HQs acontecem semestralmente e sempre fogem do comum. Tentar pegar um acontecimento isolado e passar para as telonas é um risco muito grande de fracassar. Relacionando com os quadrinhos, quem viaja no tempo é Kitty Pryde. Mas no filme teria que ser Wolverine, já que todos os filmes dos X-x men 1men giram em torno apenas dele (exceção do Primeira Classe).  E ainda sobre a Lince Negra, de que lugar que ela aprendeu este fabuloso poder de fazer a mente viajar no tempo ? E o Wolverine que termina o seu último filme sem garras de adamantium e neste já as tem novamente. O Professor Xavier morto e desconstituído no péssimo X-Men 3 e agora está lá, intacto. E qual a razão deles quererem a Mística para usar seus genes nos sentinelas? Ela apenas copia a feição do outro e não os poderes, quem faz isso é a Vampira. Ou seria porque eles precisavam dar um espaço gigante para a estrela de Hollywood Jennifer Lawrence aceitar estar nesta trama? E outra, os sentinelas do futuro são qualquer coisa, menos robôs. Quer dizer que todos os mutantes secundários do Primeira Classe morreram ?  Como que podem simplesmente matar a Emma Frost sem dar a ela um espaço decente em um filme? Mas o pior de tudo se resume a conclusão do filme. É como dizer pra todos apagarem da memória tudo o que assistiram, sendo que continuarão as usar os mesmos atores. Esses dias do futuro podem até ser esquecidos, mas não vai ser nenhum pouco fácil esquecer todas as falhas cometidas com os X-Men até aqui.

Superficialmente o filme em si é muito bonito, com imagens bem trabalhadas e mesmo tirando todos os erros, ainda assim é uma trama envolvente. O grande problema foi o inicio deste universo mutante nos cinemas. Quando lançado lá em 2000, o primeiro X-Men foi um sucesso extremo e trazendo com eles várias seqüências. Porém o estúdio responsável, Fox, não conseguiu manter os mesmos diretores e muito menos a qualidade. Deixando de lado ainda os filmes solos do Wolverine que são um fracasso a parte. Tudo deveria ser excluído e reiniciado do zero, assim como vários filmes de super-heróis fazem até hoje. Já não tem mais condição entender essa linha cronológica imposta por eles, mesmo que com a resolução final deste filme vemos uma leve tentativa de recuperar a saga. Mas será que dá pra confiar?

Adalberto Juliatto para o Curitiba Cult