Uma senha sera enviada para seu e-mail

É muito difícil começar um texto sobre a Madonna, principalmente, quando o assunto é seu aniversário de 60 anos. Atualmente, a rainha do pop é considerada por inúmeros veículos de informação como a artista viva mais bem sucedida – o que é facilmente comprovado pelo extrato bancário, recordes acumulados e,  claro, por ela ser uma mulher (em renomadas listas, ela é a única no meio dos mil e um homens fundamentais para a música).

Para quem discorda, tem curiosidade ou quer apenas relembrar detalhes da carreira da rainha, eu montei um “cursinho básico sobre a Madonna” com apresentações, filmes, campanhas e god knows what else

As turnês

Com a Sticky and Sweet Tour (2008/2009) e a MDNA Tour (2012), Madonna segura o posto de primeira e segunda turnê feminina mais lucrativa da história. Recordes alcançados com um número razoável de shows para quem joga a raba pra todos os lados durante duas horas e leva estrutura de ponta em todas as apresentações. Eu tive a oportunidade de ver um dos shows da MDNA ao vivo e posso jurar que ela traz um espetáculo fora do normal, não precisa nem ser fã pra achar isso.  Abaixo deixei o teaser de todas as turnês (na internet você encontra facilmente os shows completos, eu recomendo: Blond Ambition e a Confessions):

 

Livros escritos por ela X livros sobre ela

Se algum dia você der uma passada pela seção de livros infantis de alguma livraria, não fique surpreso ao encontrar o nome da Madonna. Em 2003, a cantora lançou a coleção “As Rosas Inglesas”, histórias sobre um grupo de meninas e seus valores. Na época, a notícia da publicação causou certa dúvida no público e na imprensa, já que em 1992 a rainha havia lançado o polêmico “Sex”, um livro com fotografias também pornográficas narrado por Dita, um alter-ego da cantora. Nas imagens temos celebridades como: Naomi Campbell, Vanilla Ice e até atriz Isabella Rossellini. A tiragem foi limitada, então, quem quiser comprar o livro possivelmente irá pagar uma fortuna (na internet tem, assim como tem o making off aqui embaixo rs).  Agora, se você quer saber da vida da rainha do pop, a única alternativa é ler as biografias escritas pela Lucy O’Brien. Esqueça qualquer outra fonte, inclusive o irmão da cantora, a Lucy até o momento é a mais precisa e só vai perder esse posto quando a própria Madonna resolver desembuchar. Recentemente, a Lucy lançou o “Madonna 60 anos” – um apanhado completo com entrevistas, curiosidades e principalmente: pesquisa.

Madonna no cinema

Esse é um momento de muita tensão: a cantora disse algumas vezes que antigamente tinha o sonho de atuar e não apenas soltar o gogó. Ela até tentou, mas são vários filmes radiotivos protagonizados e, com exceção do Globo de Ouro recebido pela atuação em Evita, o único recorde batido por Madonna nessa área foram: 12 indicações e 8 prêmios no Framboesa de Ouro. Como diretora, o resultado foi semelhante: nem W.E. (2011) nem Filth and Wisdom (2008) conseguiram suavizar a opinião da crítica. Entretanto, nada é um desastre para ela. Madonna foi intérprete de canções vencedoras de Globo de Ouro e Oscar, onde ela pôde realizar a apresentação icônica de “Sooner or Later”:

 

Dona na empresa: mundo

Além de ser acionista de várias empresas, Madonna é dona da Material Girl, loja de roupas comandada por ela e pela filha mais velha, Lola Léon. Taylor Momsen, Rita Ora e Zendaya são algumas artistas que já foram a cara da marca. Mas como we are living in a material world, Madonna ainda assume a Truth or Dare (roupas e fragrâncias) e a cobiçada pesadelo dos fäs: MDNA Skin, linha especial para pele, divulgada até por Kim Kardashian. Não menos importante, a cantora também compartilha a direção da rede de academias Hard Candy Fitness e foi fundadora da Maverick Records, gravadora que impulsionou Alanis Morissette.

Raising Malawi

Apesar de estar frequentemente em notícias votadas a polêmicas, poucas são as vezes em que Madonna tem seus trabalhos comunitários comentados (e não digo isso pra aumentar o ego dela, mas porque mais gente poderia ajudar). Fundada pela cantora e por Michael Berg em 2006, a Raising Malawi é uma ONG que atua principalmente na área rural do Malawi. Em 2017, o projeto garantiu a construção e administração do Mercy James Centre, um hospital especializado em pediatria, e também foi responsável pela criação de 14 escolas, onde aproximadamente dez mil alunos já estiveram. Também no país, a rainha do pop escreveu e produziu o “I Am Because We Are” (2008), um documentário que conta histórias de crianças órfãs por causa da pobreza e da AIDS.

É o conceito

Vez ou outra, Madonna faz uns projetos audiovisuais reflexivos. Nem sempre é fácil de entender, mas ela busca desafiar o espectador e principalmente aos amantes da música pop. Além dos discos e shows, o “Secret Project”, o “Madonna – Her Story” e até o “Truth or Dare”, um documentário gravado durante a Blond Ambition Tour, são exemplos de valores que ela gosta de promover.

Felizmente, hoje é possível acompanhar a cantora em sua rede social favorita: o Instagram. Lá ela dá uma brecha sobre a família, inspirações e até sobre astrologia (tudo de um jeito bem “tia”). No mais, a gente agradece por ela ser o nosso presente. Gostando ou não, o caminho de muitas foi aberto por ela. Feliz 60, Madonna! Vida longa à rainha.

Uliane Lima Tatit especialmente para o Curitiba Cult

Comemoração no Soviet

O Curitiba Cult se uniu ao Soviet e a Warner Music Brasil para comemorar o aniversário da Madonna. A festa acontece neste sábado (18), a partir das 23h. Para saber tudinho, clica aqui.