Uma senha sera enviada para seu e-mail

Foto: Ana Guimarães

A banda curitibana Heavy Metal Drama divulgou recentemente a segunda faixa de seu novo EP, o Conrado. A faixa, chamada “As if you knew me“, ajuda a programar a despedida para o fim da formação original do grupo e a introdução de um novo membro. Ficou perdido e quer saber mais? Confira a declaração do grupo ao Curitiba Cult, que, como sempre, busca novidades no cenário cultural regional. Chega de papo. Com a palavra, Heavy Metal Drama!

HEAVY METAL DRAMA

O grande truque do Heavy Metal Drama é seu lugar comum. Funciona muito bem com turminhas de diferentes gêneros musicais e seus repertórios pessoais. Sempre soa como algo que você já ouviu em algum lugar, mas sob um diferente ponto de vista.  Como se você plantasse bananeira em uma rua por onde passa todos os dias e ficasse uns cinco minutos sacando o movimento. Até o sangue embaralhar as ideias.

Não precisamos mais de discussões sobre gêneros, estilos ou posicionamentos. Todo mundo se acha “original” e tenta abocanhar algum nicho para chamar de seu (bunker) em uma época que as atenções estão voltadas para a formação de conexões espertas e honestas. Sem discursos batidos ou perguntas do tipo “pode explicar qual motivo levou a banda a compor em inglês?”.

Você com certeza vai achar familiar o som do Heavy Metal Drama, assim como já leu isso por aí e, provavelmente, vai despertar em algum leitor a mesma sensação.  Não é libertador aceitar essa realidade? Sem mimimi… O drama é só no nome.

Então agora podemos conversar.

12072738_478000065713721_2942354207406006975_n

A banda soa como uma pequena cidade do litoral californiano, espremida entre o mar e as montanhas. Um encontro do biquíni com a camisa de flanela. São diferentes gerações de músicos de Curitiba e suas histórias em igrejas, campos, Copacabana, festas, discotecagens, animais, vídeos e agências. Formado por Rhony Guedes, Thomas Kossar, Francisco Conrado e Claudinha Bukowski, o grupo começou os ensaios em meados do segundo semestre de 2013 e realizou sua primeira apresentação no fim do ano.

Bateu com o lançamento do vídeo de Dishes x TV e o início dos comentários sobre seu trabalho. Redes sociais, blogs, Lúcio Ribeiro, donos de bares e produtores já estavam ligados no movimento. Claudinha é conhecida pelo Copacabana Club e suas discotecagens, enquanto Rhony, Thomas e Chico contam com uma considerável coleção de amigos pela noite (informação até mais relevante que o fato de terem tocado em outras bandas; Thomas tocou com Rosie & Me, Rhony continua na Cold and the City e Chico era da gaúcha Silver Salt). Para fechar bem a grande estreia, colocaram algumas das minas mais gatas da cidade no clipe. Já viu?

Em agosto de 2014, a banda lançou seu EP de estréia, “It Took You Too Long to Meet Heavy Metal Drama”. Arnaldo Belotto, talentoso diretor do Studio 8 e Meio e responsável por dezenas de clipes de bandas brasileiras, dirigiu o clipe do primeiro single, “Overrated U”.

Em julho de 2015, a banda entrou em estúdio novamente para se despedir do baixista da formação original, Francisco Conrado, que estava de mudança pros Estados Unidos. As tardes de estúdio resultaram no registro de 3 músicas inéditas, lançadas em outubro do mesmo ano, no EP “Conrado”. Enio Guilherme Motta assumiu o baixo do Heavy Metal Drama.

O som circula entre as vírgulas que separam Lou Reed, James Murphy, Best Coast e Clash e serve de moldura para histórias de amores não correspondidos, conversas durante o entardecer, amigos que se amam, desequilíbrio do namoro  e até uma declaração de amor especial para Bethany Consentino (Best Coast).  A ideia é cutucar os ouvintes da mesma maneira que eles foram tocados por seus ídolos. Individualmente.

O Heavy Metal Drama vive bem o seu tempo. Por completo.

FIQUE LIGADO, POIS O CURITIBA CULT VAI TRAZER AINDA MAIS INFORMAÇÕES DE INICIATIVAS LOCAIS PRA VOCÊS.