Uma senha sera enviada para seu e-mail

A 26ª edição do Festival de Curitiba já começou! Para você se preparar para o evento, o Curitiba Cult, junto com o Festival, vai trazer para você as notícias mais frescas!

O QUE TEMOS PARA AMANHÃ (4 DE ABRIL – TERÇA) NA MOSTRA

Além dos espetáculos que entram hoje em cartaz na Mostra do Festival de Curitiba(Macumba, Próspero e os Orixás, Roque Santeiro, Transobjeto), outros entram em cartaz amanhã:

Para que o céu não caia: concebido pela coreógrafa Lia Rodrigues, com colaboração de seus bailarinos, fará duas apresentações nos dias 4 e 5 de abril. A montagem integra o MOVVA, mostra de dança que faz sua estreia no Festival de Curitiba em 2017, com patrocínio de O Boticário. Integram o MOVVA também, os espetáculos “Transobjeto”, “Olympia e O que Podemos Dizer do Pierre” e “Quando se calam os Anjos”. A peça fala sobre o mito do fim do mundo, relatado pelo xamã Yanomami Davi Kopenawa, que diz “que rompida a harmonia da vida no universo, o céu desaba. Diante de tantas catástrofes e barbáries que todos os dias nos assombram e emudecem, em um contexto de drásticas mudanças climáticas que escurecem o futuro, o que nos resta a fazer? Como imaginar formas de continuar e agir? O que cada um de nós pode fazer para, a seu modo, segurar o céu? Nós dançamos para encontrar um jeito de sobreviver neste mundo virado de cabeça para baixo”, diz a companhia. O processo de criação desse espetáculo foi entre 2015 e 2016, a partir do projeto-piloto “Questionário Afetivo-Cultural-Corporal na Maré”, parte do projeto Dançando com a Maré (Complexo Maré, Rio de Janeiro), quando foi produzido um questionário coletivo com a comunidade, respondido de diferentes formas. Um exercício coreográfico foi criado, a partir dessa experiência.

Movva, o segmento de dança e movimento da Mostra do Festival de Curitiba

Este foi o ano de estreia do Movva, segmento de dança e movimento da Mostra do Festival de Curitiba. Nesta edição, foram selecionados cinco espetáculos: “Para Que o Céu Não Caia”, “Protocolo Elefante”, “Transobjeto”, “Quando se Calam os Anjos” e a mostra de Solos Vera Mantero, de Portugal, que abriga “Olympia” e “O que Podemos Dizer do Pierre”. Além das apresentações, são promovidos encontros para o público ligado à dança, no Sesc Paço da Liberdade, a fim de debater diversos aspectos da arte e das próprias apresentações, com a participação dos próprios criadores dos espetáculos.

Exibição do filme o Rei da Vela com Zé Celso e Renato Borghi

Amanhã tem exibição de O Rei da Vela com presença dos fundadores do Teatro Oficina, José Celso e Renato Borghi, que, nesta ocasião, comemoram juntos 80 anos. Será no Paço da Liberdade, às 16h. Com direção de Zé Celso e Noilton Nunes, o longa, filmado em 1971, ganhou cópia digitalizada para exibição no ano passado. Baseado na peça de Oswald de Andrade, o filme foi finalizado em 1982, quando Zé Celso voltou do exílio. O enredo fala do golpe do secretário Abelardo II contra seu rei, Abelardo I. Na peça, encenada pelo Grupo Oficina, o tom provocativo e transgressor incomodou a ditadura e o espetáculo chegou a ser censurado.

II Curitiba Mostra: \todas/ tem participação de atriz surda e tem tradução em Libras

A II Curitiba Mostra faz parte da Mostra do Festival de Curitiba e traz cinco das oito estreias nacionais presentes neste segmento, sempre com o melhor da criatividade e da arte da cidade. Um dos espetáculos é \todas/ que, através de uma audição, escolheu uma mulher surda para fazer parte do elenco. A peça é livremente baseada na obra de Luci Collin. Três mulheres se encontram no plano da ficção: uma atriz, uma diretora e uma autora. No palco, elas ensaiam a criação de suas vidas. A ancestralidade e o futurismo de uma história de mulheres. Três personagens que ora se mesclam, concordam; ora dissonam, transbordam. Três momentos de vida, um encontro. \todas/ é um espetáculo que tem como estopim a obra da autora curitibana Luci Collin. As presenças da autora, atriz e diretora celebram àquelas \todas/ que por esses palcos da vida já passaram.

Fringe: peça que tem nome de debate, mas é uma peça sim

23º Debate Público (nome artístico) / Jogo Ágora (nome completo): Uma peça ou debate, peça-debate ou debate-peça, dependendo do posicionamento das pessoas em jogo ou de sua preferência de posição até nesse jogo de palavras (e representação). A obra é fruto da pesquisa do ERRO, que há 15 anos cria trabalhos que envolvem performance, teatro de rua e intervenção urbana e que iniciou o processo específico desta peça no início de 2015.

Gastronomix: a herança italiana

Sabores e aromas verdadeiramente italianos poderão ser degustados na 9.ª edição do Gastronomix, que ocorre nos dias 08 e 09 de abril, em Curitiba/PR. A começar pelas focaccias de fermentação natural elaboradas pelo chef André Santi, da Fábrika Pães. Para continuar, o Picadinho de vitela com musseline de milho e farofa na manteiga, assinado pelo chef Ricardo Filizola (La Cocina) é uma boa pedida. Na seção de massas, o Ravioli de camarão, abobrinha e cream cheese, ao molho de limão, da chef Vania Krekniski (Limoeiro Restaurante), promete arrasar!!!Já o chef Dudu Sperandio (do Funiculi Pizza, Pasta e Panini) cobre as fatias da tradicional redonda com trufas negras, além de investir também em sabores inusitados, como a pizza Blumenau com cebola roxa. Para finalizar o tour de sabores do país da bota, basta andar até a barraca do chef Fabiano Marcolini e encerrar a refeição com uma das opções de cannoli (O Rei do Canoli) – de pistache, doce de leite e avelã, creme zabaione ou, ainda, a versão tradicional, de ricota.

MishMash: a mostra de variedades do Festival

Programado para os dias 08 e 09 de abril no ParkCultural do ParkShoppingBarigüi, o MishMash é uma atração de variedades para a família do Festival de Curitiba. Dentro de um clima de circo contemporâneo, com o objetivo de divertir adultos e crianças, o MishMash será a única mostra do Festival a trazer diversas atrações em um só espetáculo. De acordo com o curador, diretor e mestre de cerimônias do segmento, Rafael Barreiros, para a edição de 2017, além da consolidação do formato do espetáculo – que foi um sucesso nos últimos dois anos –, artistas de diversas partes do globo serão trazidos de forma inédita, bem como o time da casa, que está sempre criando novos números.

Esgotados e por esgotar

Os ingressos para a apresentação de 9 de abril de Blank, com Gregório Duvivier e O Pão e a Pedra estão esgotados. Outros espetáculos estão quase lotados: a apresentação de Blank, com Camila Pitanga, as apresentações de Macumba: Uma Gira Sobre Poder (3, 4 e 5 de abril), e Para Que o Céu Não Caia.

Espetáculos cancelados do Fringe

Espetáculos cancelados do Fringe: Amorexia, Ao Vento Ar Puro, As Aves, Dinner Show, Raiz do Sonho, Podre Poder, Simpósio sobre o interminável ciclo dos dias, Teatro de bonecas, Será que a gente influencia o Caetano, Andarte Andarilho, Chapeuzinho Vermelho e o Lobo Bom, Caos, Pedido de Casamento, Alerta de Spoiler, O Lobo, Sobre a Cidade Dias, Teatro e Seus Ofícios – Palco Escola, Várias Coisas com Evandro Santos.

Espetáculos com sessão extra no fringe

Fadinha, a magia está na varinha (SEEC – Auditório Brasílio Itiberê – 02/04- 10:30), Jonet (Teatro Cleon Jacques, 29/03 19:00 e 04/04 19:00), Penélope Pelo Avesso (Centro Cultural Boqueirão, 31/03 20:00), A princesa cansada e o animal bocejante (Centro Cultural Boqueirão, 31/03 – 14:00), O homem que queria ser Rita Cadillac (TEUNI, 09/04 – 20:00), Versão Proibida – Segundo experimento (TUC, 06/04 14:00), Fabiano Cambota em “Sobre meu pai e outras histórias…” (Bar Curitiba Comedy Club, 31/03 19:30), A Melhor Escolha (Mostra de Teatro Lambe-Lambe, Memorial de Curitiba, 02/04 – 11:30 E 14:30), A menina e o mundo (Mostra de Teatro Lambe-Lambe, Memorial de Curitiba (02/04 – 11:30 E 14:30), Antonina, Little Star (Mostra de Teatro Lambe-Lambe, Memorial de Curitiba, 02/04 – 11:30 E 14:30), A Bruxa (Mostra de Teatro Lambe-Lambe, Memorial de Curitiba, 02/04 – 11:30 E 14:30), Eles cultuam árvores mortas (Mostra de Teatro Lambe-Lambe, Memorial de Curitiba, 02/04 – 11:30 E 14:30), Na Varanda (Mostra de Teatro Lambe-Lambe, Memorial de Curitiba, 02/04 – 11:30 E 14:30), Saudady (Mostra de Teatro Lambe-Lambe, Memorial de Curitiba, 02/04 – 11:30 E 14:30, O Barqueiro ou O Ensaio Sobre a Liberdade Solitária (TUC, 02/04 – 20:00, 03/04 – 14:00, 05/04 – 20:00).

A programação completa do Festival de Curitiba e informações das vendas de ingressos você pode conferir aqui.

Foto: Bruno de Lima