Uma senha sera enviada para seu e-mail

Que tal assistir a uma peça e decidir o quanto você pode ou quer pagar? Hoje, começa a reta final da Ap da 13. A mostra PRINCÍPIA, que contou com 5 espetáculos e nasceu na residência realizada pela Setra Companhia de Teatro. A finalização será realizada neste final de semana. A peça terá como tema o sagrado feminino, o cristianismo e a bruxaria, todos desmontados e recontados. O texto é do dramaturgo e escritor Gustavo Marcasse. A direção fica por conta de Eduardo Ramos.

Costurados por uma irmandade de bruxas (Amanda Leal, Franci Fonseca e Olivia Kruger), os elementos viajam entre vários símbolos e simbolismos, criticando a beatificação da mulher, desmontando figuras cristãs como Jesus (Vitor Capoal) e Maria (Paula Butture), humanizando-as. A peça  trabalha a polarização e despolarização do santificado com o demoníaco, feminino e masculino, bem e mal…

Essas polarizações, tão encontradas na nossa sociedade, realmente existem? Fazem sentido? Assista PRINCÍPIA e reflita.

PRINCÍPIA | Crédito: Gabriele Moro

PRINCÍPIA | Crédito: Gabriele Moro

Com trabalho visual desenvolvido em parceria com a cinegrafista Gabriele Moro, serão feitas projeções dos próprios atores em conjunto com a sonoplastia de Paul Wegmann, figurinos de Lu Wolff , trabalho de corpo guiado por Ayrton Rodrigues e voz de Edith de Camargo, além da iluminação coordenada por Juliane Rosa, mais registros do fotógrafo Jango Fonseca.

Serviço – PRINCÍPIA

Quando: de 13 a 16 de dezembro (de quinta-feira a domingo)

Onde: Teatro Novelas Curitibanas (rua Presidente Carlos Cavalcanti, 1222)

Horário: 20h

Quanto: o que você achar justo pagar