A password will be e-mailed to you.

Em contos essencialmente simples que pretendem mostrar quão complexo um pequeno mundo pode ser, Ian Castelli lança seu primeiro livro que tem como temática a própria cidade de Curitiba. O nome dele? Araucárias Urbanas.

“Eu sou curitibano e sempre gostei das características da cidade, até mesmo dos estereótipos que sempre ouvimos. Há alguns anos, tentei escrever de modo mais sério sobre determinados temas, porém eles não se desenvolveram muito bem”. Foi assim que o escritor de 25 anos percebeu a naturalidade de escrever sobre a cidade em que vive. “Acredito que ser daqui e ver todas as mudanças que ocorreram na cidade nos últimos 20 anos também me motivaram. Eu quis falar sobre esse lugar que tantos gostam e desgostam — quis quebrar alguns rótulos, mostrar outras visões de um lugar conhecido por muitos”, defende ele.

Ian conta que escreveu tudo de maneira despretensiosa e que espera que suas histórias atinjam um público que também goste de ter visões variadas da capital. “O projeto teve início há mais de três anos, quando escrevi vários contos para participar de um concurso literário. Depois disso, fui aprimorando aos poucos no decorrer de meses, lendo e relendo, retirando e acrescentando outros pontos”, explicou o autor, que não escolheu a data de lançamento do livro à toa: no dia 29 de março, é comemorado aniversário de Curitiba, e o anúncio neste dia representa o fim de um processo de polimento, ampliação e revisão, em doses homeopáticas.

0

SOBRE ARAUCÁRIAS URBANAS

Araucárias Urbanas é, essencialmente, um livro de contos sobre Curitiba. Temos nele oito histórias diferentes, algumas maiores e outras menores, que falam sobre curitibanos e não curitibanos, sobre pessoas boas e ruins, sobre seres humanos que amam e que desgostam da cidade. São crianças, jovens, adultos e idosos que estão em fases distintas de suas vidas e que possuem visões heterogêneas da cidade, apesar de possuírem o mesmo cenário de fundo. O livro brinca com o ponto de vista desses protagonistas, ora vendo um lugar enaltecido por suas benfeitorias, ora vendo medo e violência em suas esquinas. Todos os personagens se relacionam diretamente com a cidade e são profundamente afetados por ela. Aspectos como o regionalismo são amplamente abordados, assim como os estereótipos que muitos curitibanos carregam (embora o livro tente quebrar essas noções pré-concebidas sempre que possível). Alguns dos contos são inspirados em situações reais, porém a grande maioria é pura ficção.

Capa

SOBRE A PLATAFORMA KINDLE E A AMAZON

Publicar Araucárias Urbanas na Amazon foi o método mais fácil e objetivo de viabilizar o projeto em larga escala. Como Ian é um escritor independente, essa plataforma permite que o e-book seja disponibilizado na loja online da Amazon sem burocracias, sem necessidade de vínculos com editoras ou de quaisquer exigências em relação ao autor – muitas vezes solicitadas em editoras tradicionais. As pessoas poderão comprar o e-book (que custa R$ 5,99) pela loja nacional da Amazon e lê-lo nas mais variadas versões do dispositivo Kindle. Além disso, também será possível ler o e-book em computadores, celulares e tablets que tenham o app Kindle instalado, independente do sistema – Mac/iOS, Windows e Android. Como é de praxe do Kindle, os leitores poderão alterar a fonte, o tamanho dela e o espaçamento das linhas de acordo com o gosto pessoal, já que o e-book é automaticamente adaptado para as telas de diferentes tamanhos. Desse modo, também há mais liberdade para a leitura como melhor convir ao usuário. Graças ao modo de distribuição digital amplo, é permitido praticar um preço mais baixo, que também deve ser um atrativo.

COMO ADQUIRIR SUA EDIÇÃO:

Basta clicar neste link e seguir os procedimentos indicados pela plataforma! Nós, do Curitiba Cult, desejamos boa leitura!